Categorias
Notícias

Anuário “Turismo em Minas Gerais 2019 – Dados e Fatos” já está disponível

A Secult (Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais) liberou esta semana a quarta edição do caderno “Turismo em Minas Gerais 2019 – Dados e Fatos”, publicação elaborada pela que visa consolidar as principais informações da atividade no estado durante o ano e faz parte de uma série de anuários estatísticos disponíveis no OTMG. Para consultá-lo, os interessados podem acessar o site do Observatório do Turismo de Minas Gerais (OTMG). 
O documento apresenta, além dos mais relevantes indicadores do turismo em Minas Gerais baseados em 2019, a implantação e análise de um novo indicador, o IATUR (Índice de Atividades Turísticas), que mostra a variação de receita nominal e do volume das atividades turísticas no estado, disponibilizados pela Pesquisa Mensal de Serviços do do IBGE. Além de informações sobre fluxos de turistas e passageiros, das receitas geradas pelas atividades e do setor hoteleiro em Minas Gerais, o anuário apresenta dados referentes à economia formal do turismo e aos aeroportos do estado e rodoviária de Belo Horizonte.
Entre as informações documentadas no caderno, estão dados estimados sobre o fluxo turístico em Minas, que em 2019 foi de 30,4 milhões de turistas, o que representa um aumento de 11,8% em relação a 2018, ano em que foram registrados 27,2 milhões de turistas no estado. Outros indicadores que mostram um crescimento em relação a 2018 compõem a estimativa da receita gerada pelos turistas: em 2019, foi de R$ 20,6 bilhões, número 13,2% maior em comparação com o ano anterior; e também o aumento de 20,8% no número de visitações dos parques naturais do estado, maior número da série histórica, registrando mais de um milhão de visitantes em 2019.
Com relação ao setor hoteleiro, os indicadores mostram que a taxa de ocupação anual de BH foi de 57,1%, o que representa um aumento de 15,6% em relação a 2018. Outro crescimento registrado foi na ocupação de hotéis da capital: foram registrados 2,61 milhões de hóspedes, maior número desde 2014, ano em que o caderno “Turismo em Minas Gerais – Dados e Fatos” foi publicado pela primeira vez.
O levantamento dos dados tem como uma das fontes secundárias o Ministério do Turismo (MTur), cujas pesquisas indicaram que o número de estrangeiros que desembarcaram no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em 2019, foi de 54.424 passageiros. Apesar de representar uma queda de 33,5% em relação a 2018, esse número vem crescendo, em média, 8,5% ao ano desde 2014. Ainda de acordo com MTur, os principais países emissores de passageiros são, nessa ordem: Argentina, Portugal, Estados Unidos, Itália, Alemanha, Inglaterra, França, Colômbia, Espanha e Suíça. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *