Categorias
Notícias

CTMAM apresenta Plano Estratégico para 2021 a 2024

Documento irá nortear as iniciativas que permitam ampliar a representatividade estadual do Circuito e dos municípios no setor de turismo

O Circuito Turístico Mata Atlântica de Minas (CTMAM) apresentou o Plano Estratégico de Desenvolvimento do Turismo Regional para o período de 2021 a 2024. O documento, apresentado na última semana, propõe diretrizes e estratégias que visam valorizar o potencial turístico da região, especificamente dos municípios associados ao Circuito, nos segmentos turísticos cultural, de negócios, eventos, rural e de aventura/natureza.

Os principais desafios lançados ao CTMAM e aos municípios pelo Plano Estratégico são de trabalhar para que o Circuito seja referência em instância de governança na região e em Minas Gerais, bem como transformar a região em um destino turístico competitivo, inovador e inteligente.

Segundo o presidente do Circuito Mata Atlântica de Minas, Hélio Anício, o próximo passo é elaborar as ações para alcançar os objetivos do Plano. “A partir das diretrizes e estratégias propostas pelo documento, vamos desenvolver os planos de trabalho que nortearão as iniciativas a serem desenvolvidas pelo Circuito e pelos municípios nos próximos quatro anos. O trabalho será feito paralelamente para obtermos o sucesso esperado”, esclarece o presidente.

Metodologia
Por meio de escutas individualizadas, em oficinas realizadas inteiramente on-line, o Plano Estratégico foi elaborado com a participação ativa de representantes do executivo, dos conselhos municipais de turismo (Comtur) e de empresas não governamentais do segmento. Os encontros foram orientados por questionamentos sobre os interesses de cada município em relação ao turismo, problemas percebidos e vivenciados e recursos disponibilizados para superar os problemas e atingir os interesses.

De acordo com a responsável técnica que desenvolveu o Plano Estratégico, por meio da empresa Ana Cleide Eventos Exclusivos, Cidinha Sampaio, os encontros direcionados para cada município permitiram obter um diagnóstico com base nas particularidades de cada localidade.

“Dar voz a cada município nos possibilitou respeitar as suas peculiaridades e singularidades para chegar a um diagnóstico situacional mais assertivo, além dos prognósticos, desafios, diretrizes e estratégias que compõem o plano. Os participantes das oficinas ressaltaram a importância dessa escuta individualizada para o reconhecimento dos diferenciais de cada localidade e seus atrativos”, esclarece Cidinha.

O CTMAM
Atualmente, fazem parte do CTMAM os municípios de Açucena, Antônio Dias, Belo Oriente, Coronel Fabriciano, Dionísio, Ipaba, Ipatinga, Jaguaraçu, Marliéria, Mesquita, Santana do Paraíso e Timóteo. O Plano Estratégico receberá um adendo para inclusão de Jaguaraçu e Mesquita, municípios recém-conveniados ao Circuito. A proposta contempla também orientações para São Domingos do Prata, que fazia parte do Circuito entre setembro e dezembro de 2020, período de desenvolvimento do projeto.

Com quase 20 anos de atuação, o Circuito Turístico Mata Atlântica de Minas é uma instância de governança regional que visa organizar, desenvolver e consolidar a atividade turística de forma sustentável e descentralizada, com a participação da sociedade civil, sob a tutela da Secretaria de Estado da Cultura e Turismo (Secult).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *