Categorias
Notícias

Maratonista cumpre a última etapa da Rota Circuito Mata Atlântica

Após cinco dias de uma intensa maratona, que começou na segunda-feira, 16, em São Domingos do Prata e passou por Dionísio, Marliéria, Parque Estadual do Rio Doce, Timóteo, Fabriciano, Ipatinga e Santana do Paraíso, a ultramaratonista Mari Rocha cumpre neste sábado, 21, a última etapa da Rota Circuito Mata Atlântica de Minas, cobrindo o trecho de 25 Km entre Belo Oriente e Açucena. A largada está prevista às 7h, na Praça Nossa Senhora da Piedade, no Centro, com a chegada devendo acontecer no início da tarde, em frente à Prefeitura Municipal.

A etapa desta sexta-feira teve início às 08h50, quando Mari, acompanhada de batedores da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, seguiu por 11 Km até o distrito de Bom Jesus do Bagre, já no município de Belo Oriente. Lá, escoltada por uma nova viatura da PM, sob o comando do cabo Adan Miller, percorreu por mais 14 Km até a Sede, num trecho em estrada de terra e muitos morros para subir e descer. No caminho, Mari passou por diversos sítios, fazendas e casas de beira de estrada, onde recebia o incentivo e apoio dos moradores.

A chegada aconteceu às 13h20, quando a corredora foi recepcionada pelas viaturas do 3º Pelotão da Polícia Militar, baseado na cidade e da delegacia de Polícia Civil local. Depois de passar por algumas ruas e avenidas da região central da cidade com a escolta policial, Mari chegou à Praça Nossa Senhora da Piedade, onde foi recebida pelos gerentes de Turismo, Venício Sena e de Cultura, Tatiane de Melo Santos, que representaram o prefeito Hamilton Rômulo.

Como vem acontecendo desde o início de sua jornada, Mari frisou o carinho e atenção no acolhimento de Belo Oriente ao seu projeto, que visa divulgar as belezas turísticas das cidades filiadas ao Circuito Mata Atlântica; promover a prática do esporte e do lazer; e alertar para o riscos do câncer de pele. Em Belo Oriente, Mari e sua equipe receberam hospedagem do Hotel Pirâmide.

A empreitada de Mari Rocha conta com o apoio do Circuito Mata Atlântica de Minas (CTMAM); das polícias Civil, Militar, do Corpo de Bombeiros Militar, das prefeituras das cidades visitadas além de empresários do Vale do Aço e Governador Valadares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *