Categorias
Notícias

Mari Rocha cumpre nesta quinta a etapa Paraíso a Belo Oriente

Acolhedora e simpática Belo Oriente será a penúltima etapa da maratona da corredora Mari Rocha, que desde segunda-feira, 16, vem percorrendo quase 200 Km na Rota do Circuito Mata Atlântica de Minas, entre São Domingos do Prata e Açucena. Neste tempo, ela já tendo passou por Dionísio, Marliéria, Parque Estadual do Rio Doce, Timóteo, Coronel Fabriciano e Ipatinga, tendo chegado nesta quinta-feira a Santana do Paraíso, depois de quase 30 Km de percurso, passando por lugares como a Lagoa da Prata e a comunidade de Ipabinha. Ela foi recebida pela prefeita, Luiza Melo e autoridades municipais. O presidente do CTMAM, Hélio Anício, que mora em Santana do Paraíso, também fez parte do comitê de recepção. A prefeita Luzia agradeceu a presença da maratonista e destacou sua jornada em defesa da saúde e pela divulgação da região como ponto turístico. Mari também visitou, nesta quinta-feira, a cidade de Ipaba, onde foi recebida pelo prefeito Geraldo dos Reis Neves e autoridades municipais.
 
Depois de passar o dia na cidade, onde visitou uma das inúmeras cachoeiras que fazem a fama de Paraíso e pernoitar na pousada Coco Bongo, a saída de Paraíso está marcada para às 7h, com chegada em Belo Oriente, passando pelo distrito de Bom Jesus do Galho, devendo acontecer no início da tarde, quando será recepcionada na Praça Nossa Senhora da Piedade, no Centro. A Praça é um dos principais cartões postais da cidade. A atleta será recebida por autoridades do município, como os representantes da pasta da Saúde, Cultura. Esporte e Turismo. “A população está convidada para dar as boas vindas a atleta, que tem realizado uma linda campanha de conscientização, além de divulgar as belezas turísticas de nossa região”, convidou Venício Sena, gerente de Turismo de Belo Oriente. Mari e sua equipe irão pernoitar em Belo Oriente, de onde partem no sábado, logo cedo, para a última etapa, até Açucena, com chegada prevista às 15h.

Segundo Mari, por onde passa, ela tem promovido a prática do esporte como meio para se alcançar o bem-estar físico e mental, além de mostrar as belezas naturais e os pontos turísticos de cada lugar visitado. Ela destaca que nunca deixa de falar os perigos da exposição excessiva ao sol, que podem causar câncer de pele nas pessoas, ainda mais em uma região qente como o Vale do Aço. “O câncer não tem idade, sexo nem classe social, está aí no nosso dia a dia, é preciso prevenir”.

A empreitada de Mari Rocha conta com o apoio do Circuito Mata Atlântica de Minas (CTMAM); das polícias Civil, Militar, do Corpo de Bombeiros Militar, das prefeituras das cidades visitadas além de empresários do Vale do Aço e Governador Valadares. Mari Rocha também é embaixadora do Dia V (Dia do Voluntariado), da Fiemg/Vale do Aço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *