Marliéria

Marliéria

Marliéria é destino certo para agradar os mais apaixonados pela natureza. O município abriga grande parte do Parque Estadual do Rio Doce (PERD), maior reserva de Mata Atlântica de Minas Gerais e um dos maiores sistemas lacustres do mundo. Graças a essa riqueza natural, Marliéria desenvolveu e fortaleceu o turismo rural e o turismo ecológico, com a construção de pousadas, estruturação de propriedades rurais e área de camping. Esses espaços são ideais para quem pretende se desconectar da rotina das cidades, respirar um ar puro e desfrutar da paz que o município oferece, com suas cachoeiras, serras e mirantes. Outros atrativos da cidade são as construções históricas, como a Igreja Matriz, da Capela Santo Antônio e os casarões que mantém sua arquitetura primitiva. O artesanato e eventos festivos, tais como o Carnaval, a festa do Judas, a Romaria Ecológica no aniversário do PERD, além das comemorações religiosas do dia de Nossa Senhora das Dores, padroeira municipal, e o congado, constituem o grupo das principais manifestações culturais de Marliéria que não podem faltar nas agendas mais conectadas às tradições do povo mineiro. Para quem preza por uma imersão gastronômica, Marliéria é um prato cheio por sua produção de queijos, requeijões, biscoitos e doces artesanais produzidos a partir ingredientes vindos também da própria região.