Categorias
Notícias

Vale do Aço recebe capacitação dos editais da Secult

Artesanato de Cocais – Foto: Ana Cleide Santos

O Governo de Minas, através da Agência da Região Metropolitana do Vale do Aço, estará promovendo na próxima semana, um curso de capacitação para aqueles que quiserem inscrever seus projetos nos editais “Minas de Culturas Populares”, lançados em novembro de 2019 pela Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult). Juntos, os editais representam um investimento de R$2,5 milhões do Fundo Estadual de Cultura em projetos culturais de pessoas físicas, de prefeituras municipais ou entidades conciliadas.

 
O treinamento será na quarta-feira, 12, às 18h30, na sede da Fundação Aperam, em Timóteo.  Podem participar produtores culturais, artistas, artesãos e agentes públicos da Cultura da Região Metropolitana do Vale do Aço e Colar Metropolitano. O curso, gratuito, terá duração mínima de duas horas e será ministrado pela equipe técnica da Diretoria de Articulação e Integração Cultural da Secult. As presenças devem ser previamente confirmadas pelo e-mail comunicacao@agenciarmva.mg.gov.br ou pelo telefone (31) 2109-9350. Confira os editais na íntegra pelo link http://cultura.mg.gov.br/gestor-cultural/fomento/fundo-estadual-de-cultura.
 
 
Os editais
 
1 – Culturas Populares (Pessoa Física): O Edital premiará iniciativas de artistas, mestres e demais profissionais vinculados à cultura popular e tradicional visando promover, valorizar e fortalecer as expressões dos diversos grupos e manifestações da cultura popular, tradicional, urbana, afro-brasileira, indígena e outras. Público-alvo: Artistas, mestres, artesãos, produtores, pesquisadores e pessoas físicas vinculadas à cultura popular e/ou tradicional. Total a ser investido: R$ 500 mil – Modalidade: premiação.
 
2 – Nossa Cultura (Pessoa Jurídica): O Edital destina-se aos órgãos ou entidades de direito público municipal, visando estimular a realização de projetos culturais nas diversas linguagens e temáticas, tais como mostras, festivais, exibições, circuitos de arte, festas populares e outros. Pela modalidade de repasse aos municípios privilegia a descentralização dos investimentos do FEC via análise do Índice de Desenvolvimento Humano dos Municípios – IDHM. Público-alvo: órgãos ou entidades de direito público municipal de natureza cultural. Total a ser investido: R$ 1 milhão – Modalidade: convênio / repasse a municípios.
 

 

3 – Nossa Cultura (Pessoa Física): O Edital premiará artistas, produtores e demais profissionais vinculados à cultura para a realização de ações e atividades culturais, tais como concursos, mostras, feiras, festivais, festas populares e outras, com o objetivo de promover a difusão e o acesso aos bens culturais de Minas Gerais, com foco na descentralização dos investimentos do FEC via análise do Índice de Desenvolvimento Humano dos Municípios – IDHM. Público-alvo: artistas, produtores e demais profissionais vinculados ao universo da cultura e arte. Quem pensa, cria, produz e faz cultura. Total a ser investido: R$ 1 milhão – Modalidade: premiação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *