Ativo 3

CTMAM e municípios filiados renovam convênios

Parque Estadual do Rio Doce, a joia da coroa do turismo regional. (Foto: Marcelo Luciano)
 
O início de 2020 começou em ritmo acelerado para o Circuito Mata Atlântica de Minas, que acaba de renovar os convênios de cooperação técnica com os municípios de Açucena, Belo Oriente, Ipaba, Marliéria e São Domingos do Prata. A renovação do termo associativo, que vale por um ano, tem o objetivo de fortalecer e desenvolver ações  que visam a promoção e o fortalecimento do turismo na região, além de garantir a realização de ações voltadas para a sustentabilidade do setor no curto, médio e longo prazo. 
 
“A manutenção destes convênios é muito importante para o CTMAM e os municípios, pois acreditamos que através do turismo podemos gerar novas oportunidades de trabalho e renda, além de fomentar a promoção do nosso destino. “Só assim faremos de Minas e de nossa região os destinos para se receber turistas, fazendo do turismo uma atividade de extrema importância para a economia”, comentou o presidente do CTMAM, Hélio Anício. 
O secretário de Agricultura, Meio Ambiente e Turismo de Açucena, Adalberto Fernandes, enfatizou a importância do CTMAM para a realização da Política de Regionalização do Turismo. “O Vale do Aço, através do Circuito Mata Atlântica, saiu na frente e colocou em prática uma gestão de turismo democrática e participativa que valoriza e fortalece os seus associados, nos trazendo não apenas resultados econômicos, mas sobretudo de valorização de nossa imagem na região, no Estado e no Brasil. Por isso, estamos reafirmando nosso compromisso através da renovação deste convênio”, comentou. 

Para o secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico de Ipaba, Diego Franco, graças ao convênio com o CTMAM, assinado pela primeira vez há dois anos, as potencialidades turísticas do município, até então desconhecidas até mesmo pelos moradores locais, estão sendo conhecidas e valorizadas. Diego destacou ainda que além de estar, a partir de 2020, incluído no repasse do ICMS Turismo, Ipaba conseguiu também sua inserção no Mapa do Turismo Brasileiro e obteve ainda o reconhecimento no Manual de Boas Práticas no Turismo em Minas Gerais de 2019 com a Rota do Mutum. “Com isso, O município segue cada vez mais buscando o desenvolvimento e o atividade turística pode garantir bons frutos para nossa economia”, destacou.  

Na visão da Secretária de Meio ambiente e Turismo da Prefeitura de Marliéria, Susy Avelino, a importância de se fazer parte do CTMAM para a cidade está na organização do Turismo local e as parcerias com o poder público e privado que foram possíveis graças a isso, sem contar no programa de regionalização do Turismo. “Através do Circuito Mata Atlântica o município alcançou grandes passos, um deles foi a conquista do ICMS Turístico. Para 2020 esperamos grandes parcerias e conquistas,” comentou. 

Repasses já renderam mais de R$ 1,5 milhão aos municípios
 
Desde que instituiu o ICMS Turismo, no início desta década, os municípios filiados ao CTMAM já receberam algo em torno de R$ 1,6 milhão em repasses. Somente nos últimos três anos (2017, 2018, e 2019), entraram nos cofres municipais R$ 737,4 mil, beneficiando neste período sete dos atuais 11 filiados. Os dados referentes aos repasses podem ser conferidos diretamente  no site da fundação João Pinheiro. Para 2020, foram habilitados para os repasses os municípios de Açucena, Belo Oriente, Coronel Fabriciano, Ipaba, Ipatinga, Marliéria e Santana do Paraíso.

compartilhe