Ativo 3

Marujada de Fabriciano participa da abertura de Encontro estadual de Gestores de Cultura e Turismo

A Associação dos Marujos de São José dos Cocais, patrimônio cultural de Coronel Fabriciano e uma das manifestações mais tradicionais do Vale do Aço, participará da abertura da 5ª edição do Encontro Gestores de Cultura, Turismo e Circuitos Turísticos de Minas Gerais, que acontece entre esta terça-feira, 1º e quinta-feira, 3 de agosto, em Belo Horizonte.

O grupo fabricianense foi convidado pela organização do evento e levará ao Palácio das Artes – onde acontecerá o Encontro, muita dança, cantigas, roupas e fitas coloridas um pouco da história da tradição da marujada e do grupo fundado em 1940 na Serra dos Cocais. Segundo a coordenadora de Cultura do município, Bia Antunes, o convite “é fruto reconhecimento de um trabalho e da tradição da Marujada que é passada de geração em geração, mostrando a força das suas raízes culturais e religiosas da cidade.”

A Associação de Marujos dos Cocais (IEPHA) congrega hoje mais de 100 membros entre crianças, jovens e idosos. A tradição na região dos Cocais existe desde 1940 e foi trazida por famílias vindas de Ferros e Joanésia. O grupo também se apresenta em outras atividades comunitárias do município e de outras localidades. Destaque para as festas de São Sebastião, padroeiro da cidade (20/1). A Banda de Marujos do Cocais foi reconhecida como Patrimônio Cultural Imaterial do Município.

Apesar da origem europeia, no Brasil, a manifestação acabou sendo absorvida pela comunidade africana, que inclusive criou irmandades no período colonial e que existem até hoje. Como é comum em todo o país, o grupo de Fabriciano tem por objetivo divulgar a devoção a Nossa Senhora do Rosário, sendo responsável inclusive pela organização da festa em sua honra, sempre no mês de agosto, na Serra dos Cocais.

Encontro

O 5º Encontro de Gestores de Cultura, Turismo e Circuitos Turísticos de Minas Gerais tem como tema “Cultura, turismo e criatividade como indutores do desenvolvimento local sustentável”. O objetivo é promover um espaço para troca de experiências de trabalho entre os participantes, tendo como foco o planejamento para este segundo semestre. 

O evento é realizado pela Secult (Secretaria de Estado de Cultura e Turismo) em parceria a  AMM (Associação Mineira de Municípios, Rede Estadual de Gestores Municipais de Cultura e Turismo e pela Fecitur (Federação dos Circuitos Turísticos de Minas Gerais).