Ativo 3

Ocupação hoteleira média chegou a 85% na região

Com 36 hotéis e aproximadamente 2,3 mil leitos, a ocupação hoteleira no Vale do Aço, que integra a região turística da Mata Atlântica, mostrou-se um indicador crucial para o dinamismo econômico e turístico. Os dados de 2023 revelaram uma performance excepcional, atingindo a maior média dos últimos 20 anos, com ocupação mensal ficando em torno de 60%, com picos de 85%.

Segundo Benedito Pacífico, presidente do Sindhorb (Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Vale do Aço), em determinados dias, a totalidade dos leitos estava ocupada. Segundo ele, este cenário não apenas ajuda a fortalecer a infraestrutura turística, mas também a consolidar a região como um polo atrativo, impulsionando a economia local e proporcionando um ambiente propício para o crescimento contínuo do turismo como atividade econômica.

O fluxo significativo, predominantemente composto por funcionários e prestadores de serviços para grandes empresas, setor público e representantes comerciais, desempenha um papel vital na sustentação do setor hoteleiro.

Surpreendentemente, cerca de 20% desse movimento é proveniente de visitantes com motivações pessoais, como reencontros familiares, tratamentos médicos, participação em eventos esportivos e passeios por pontos turísticos locais, incluindo o shopping, Parque Ipanema (foto) e a Lagoa Silvana.