Ativo 3

Prefeitos de Timóteo e Antônio Dias apoiam projeto Cicloturismo

Rota será formada por atrativos turísticos, culturais e históricos de cinco municípios do CTMAM

Representantes do Circuito Turístico Mata Atlântica de Minas (CTMAM) e do Sebrae Minas apresentaram o diagnóstico do “Projeto de Cicloturismo do Vale do Aço” aos prefeitos dos municípios de Timóteo e Antônio Dias, nesta terça-feira (24/08). Realizado pelo CTMAM, em parceria com o Sebrae Minas e o Projeto Turismo no Vale, o projeto da Rota de Cicloturismo compreende 200 km de trechos de Timóteo, Marliéria, Dionísio, São Domingos do Prata e Antônio Dias. 

O percurso envolve uma estrutura e mapeamento com paradas para os ciclistas, com hospedagem, restaurantes, pontos turísticos, que vai beneficiar empreendimentos ligados à cadeia do turismo (hotelaria, atrativos, agências, comércio, serviço e a produção associada), potenciais empreendedores, artesãos, entidades empresariais e órgãos de desenvolvimento.

Para o prefeito de Timóteo, Douglas Willkys, a Rota de Cicloturismo será fundamental para a diversificação da economia no cenário pós-pandemia. “A proposta contribui com o desenvolvimento de microrregiões, gerando empregos e desenvolvimento sustentável, pois o cicloturista pode utilizar serviços de hospedagem, alimentação, dentre outros atrativos de uma determinada região, otimizando o seu tempo entre as visitações”, pontuou Douglas, que incentivou a iniciativa, juntamente com o vice-prefeito e secretário de Educação, José Vespasiano Cassemiro e o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Hiller Felix.

 

O prefeito de Antônio Dias, Ditinho, também recebeu a proposta de forma muito positiva. “Trata-se de um projeto grandioso, que será um dos principais do país. Vamos fazer parte desse projeto com muita honra e sempre estaremos à disposição para ajudar a consolidá-lo, também contribuindo com a adesão dos demais municípios participantes da rota do cicloturismo”, enfatizou Ditinho, juntamente com o vice-prefeito Elcinho e o servidor Hálesi Carvalho.

Na próxima semana, a diretoria do CTMAM se reunirá também com os prefeitos de Marliéria, Dionísio e São Domingos do Prata. 

 Investimentos

Em dezembro de 2020, o projeto da Rota de Cicloturismo recebeu investimentos do CTMAM para desenvolvimento da identidade visual, sinalização e planejamento de marketing para as ações de divulgação do roteiro. A partir das reuniões com os prefeitos, a diretoria do Circuito Mata Atlântica dará continuidade ao processo de criação da rota.

“Essa é uma grande chance de o Vale do Aço oferecer um produto de qualidade na área do turismo”, explicou Alessandro Challub, analista do Sebrae Minas – Regional Vale do Aço e Rio Doce, que apresentou a proposta da rota aos prefeitos. “Foram visitadas pousadas, alambiques, pontos de referência do turismo dos cinco que compõem os municípios. Para fazer parte da rota, foi considerada a disponibilidade dos empreendedores das cidades de participarem dessa empreitada”, reforçou.

Segundo o presidente do CTMAM, Hélio Anicio, a rota de Cicloturismo foi criada com base em estudos e experiências exitosas de rotas de cicloturismo já existentes no país. “Nos baseamos em critérios técnicos para que o roteiro atendesse às características do Vale do Aço. A princípio serão os cinco municípios contemplados, porém, posteriormente, o projeto irá se estender para os demais integrantes do CTMAM ”, frisou Hélio.

compartilhe