Ativo 3

Secult anuncia mais R$ 25 milhões em recursos para o Programa Reviva Turismo

Valores são destinados a iniciativas para promoção e capacitação do setor no estado

Iniciativa do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult), o programa Reviva Turismo tem potencializado as ações de retomada das atividades do setor em todo o estado. Na última quarta-feira (15/9), o secretário de Cultura e Turismo, Leônidas Oliveira, anunciou investimentos na ordem de R$ 25 milhões para o desenvolvimento turístico das cidades mineiras.

De acordo com o secretário Leônidas Oliveira, as ações do Reviva Turismo têm sido fundamentais para o fortalecimento do setor no estado. Resultados da iniciativa têm colocado Minas Gerais em lugar de destaque em relação a outras regiões do país. “Minas está crescendo acima da média nacional e isso é motivo de muita alegria, mas também um despertar para que esse crescimento possa acontecer de forma sustentável e cada vez maior. O produto turístico que nós temos é revestido daquela essência que é capaz de fazer uma experiencia turística única, que é a cultura. Nesse momento de cultura e turismo juntos, as ações do Reviva Turismo despertam toda nossa potência para esse setor”, destacou.

Os recursos que se somam ao programa são provenientes de diferentes fontes. Uma delas é o acordo de Minas Gerais com a Vale, que vai destinar R$ 18 milhões às ações do Reviva Turismo. Além disso, integram o montante R$ 3,5 milhões do convênio da Secult com o Ministério do Turismo (MTur), outros R$ 2 milhões oriundos do patrocínio da Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge) e R$ 1,5 milhões de um projeto do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais voltado à Cozinha Mineira, em parceria com o Instituto Periférico (Iepha-MG), Cemig, Gasmig e Gerdau.

A solenidade foi transmitida ao vivo pelo canal do Youtube da Secult. Confira a íntegra AQUI.

O programa Reviva Turismo tem o objetivo de alcançar resultados de curto e médio prazo nos seguintes eixos estratégicos: biossegurança, estruturação, capacitação e marketing do destino Minas Gerais. A inciativa também atua de forma horizontal, ampliando a colaboração entre os setores público e privado para unificar e aproveitar de forma mais estruturada as oportunidades oriundas de atividades turísticas.

O montante está destinado à elaboração de um edital de promoção e marketing, que vai disponibilizar R$ 10 milhões a 60 projetos em apoio à comercialização e à promoção de destinos e produtos turísticos mineiros. O programa também vai destinar outros R$ 5 milhões a projetos ligados à competitividade no mercado de turismo, com iniciativas ligadas à comercialização, ao destino inteligente, diagnósticos e planos de marketing e apoio à participação em feiras e eventos do trade.

Segundo a subsecretária de Turismo da Secult, Milena Pedrosa, os recursos do Reviva Turismo também vão cumprir papel fundamental para promover a capacitação e a estruturação do setor. “Essas ações que serão fomentadas pelo Reviva Turismo vão nos auxiliar demais tanto para a retomada das atividades quanto para uma maior profissionalização do setor. Está na hora da gente sair de trás das montanhas e colocar a boca no mundo. Essa ascendência de Minas no cenário nacional coloca a mineiridade nas tendências do pós-pandemia”, disse Milena Pedrosa.

compartilhe