Ativo 3

Senta que eu te conto: Uma jornada pela história de Marliéria

A escritora e professora Iole Miranda (c), prestigiada no lançamento pelo e-d: Luiz Carlos Batista (secretário de Turismo de Jaguaraçu), Ane Castro (secretária de Cultura de Marliéria), Hélio Anício (presidente do CTMAM), Márcio Lima (prefeito de Jaguaraçu e Everaldo Ciríaco (tesoureiro CTMAM)

“Senta que eu te conto” é um livro que convida o leitor a se aventurar pela rica história de Marliéria, uma acolhedora e pacata cidade da Região Turística da Mata Atlântica de Minas. Através da narrativa envolvente da autora, somos transportados para diferentes épocas e momentos marcantes que moldaram a identidade da cidade.

Um mergulho no passado:

O livro nos leva a conhecer as origens de Marliéria, desde a chegada dos primeiros colonizadores até o seu desenvolvimento como um importante centro comercial e cultural. A autora tece uma narrativa rica em detalhes, utilizando documentos históricos, relatos de antigos moradores e lendas locais para retratar com fidelidade a trajetória da cidade.

Desvendando a alma de Marliéria:

Ao longo da leitura, somos apresentados aos costumes, tradições e valores que caracterizam o povo de Marliéria. A autora destaca a importância da família, da religiosidade e da música na vida da comunidade, elementos que moldam a identidade cultural da cidade.

Um convite à reflexão:

“Senta que eu te conto” não se limita a contar a história de Marliéria, mas também convida o leitor a refletir sobre a importância de preservar a memória e a identidade local. A autora nos incentiva a valorizar o passado, reconhecer o presente e construir um futuro promissor para a cidade.

Um livro para todos:

“Senta que eu te conto” é um livro que agrada a todos os públicos. Seja você um morador de Marliéria, um turista ou simplesmente alguém interessado em conhecer a história do Brasil, este livro com certeza te encantará.

A autora:

A escritora Iole Miranda Castro Duarte é uma mulher apaixonada por Marliéria, onde reside há mais de 40 anos, tendo trabalhado por muito tempo como professora. Através de seu livro, ela busca compartilhar seu conhecimento e amor pela história local com o mundo. Sua narrativa cativante e detalhada torna a leitura de “Senta que eu te conto” uma experiência única e enriquecedora.

Recomendação:

Se você busca um livro que te transporte para uma viagem no tempo e te faça conhecer a alma de uma cidade brasileira, “Senta que eu te conto” é a escolha perfeita. Prepare-se para se encantar com a história de Marliéria e se emocionar com a paixão da autora por sua terra natal.