Ativo 3

TAP anuncia novos voos de Minas para Portugal

Aumento da frequência pode gerar novos empregos e desenvolvimento econômico para o Estado

A partir de junho, a ligação entre Belo Horizonte Lisboa, pela TAP, ganhará novas frequências semanais. A novidade foi acertada em reunião com o secretário de Estado de Cultura e Turismo, Leônidas de Oliveira, o secretário-chefe de Estado da Casa Civil, Marcelo Aro, e o diretor de administração e finanças da Codemge (Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais), Lincoln Teixeira Genuino de Farias. Hoje, Minas Gerais tem cinco frequências para o destino europeu.

“A ocupação está muito boa. Esse é o grande desafio da TAP: manter os voos rentáveis. Hoje, apenas 25% dos passageiros do voo BH-Lisboa são estrangeiros, e 75% são viajantes de Minas. Temos uma grande oportunidade para melhorar a ocupação e a rentabilidade, gerando emprego e um desenvolvimento econômico absurdo para o estado”, disse o executivo da TAP.

Ele também destacou a parceria com o Governo de Minas. “Estou aqui no estande comendo pão de queijo, experimentando a culinária mineira. E isso de trazer um pouco de Minas para Portugal suscita curiosidade, o desejo do agente de viagens português em vender Minas para seus passageiros. E o primeiro impacto é a gastronomia. Graças ao trabalho entre a TAP e a Secretaria de Estado Cultura e Turismo de Minas Gerais, estamos conseguindo melhorar a ocupação dos voos e aumentar uma frequência no estado”, avaliou Carlos Antunes.

Para o secretário de Estado de Cultura e Turismo, Leônidas Oliveira, tudo isso é resultado de um trabalho multidisciplinar do Governo de Minas. “O turismo em Minas lidera o crescimento do setor no país. Conexão é fundamental, e esse anúncio é de extrema importância para nosso estado, não somente para a atração de turistas, mas também para que nós, mineiros, possamos ter mais conexão com a Europa”, enfatizou.

“A Codemge destaca a importância de estabelecer essa parceria e está a disposição para fortalecer ainda mais a promoção do Estado de Minas Gerais para o mundo, trazendo muitas oportunidades para todos os mineiros”, acrescenta Lincoln de Farias. “Mais voos significam desenvolvimento, turistas e conectividade de Minas Gerais com o mundo”, concluiu Marcelo Aro.