Categorias
Notícias

Estudantes sugerem nome para mosca descoberta no Parque Rio Doce

Uma espécie de inseto recentemente descoberta no território do Parque Estadual do Rio Doce (Perd), pode ganhar um nome popular, indicado por estudantes da região. Com o nome cientifico de Mapinguari uai, a mosca poderá ser batizada em breve, ganhando com isso um nome de fácil assimilação.

A iniciativa é organizada pelo projeto Tem Bicho no Parque, fruto de parceria entre o IEF (Instituto Estadual de Florestas), UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) e pesquisadores atuantes no Perd.

Ao todo, mais de 180 estudantes do 5º e 6º ano participaram da terceira ação realizada por meio do projeto. Anteriormente, foram estudados o tatu-canastra (Priodontes maximus), espécie vulnerável, e o bicudo (Sporophila maximiliani), ave criticamente em perigo. As visitas às escolas são realizadas com representantes do Perd e pesquisadores que atuam na unidade de conservação. Durante os encontros, o conteúdo educativo é desenvolvido junto às crianças por meio de oficinas e atividades lúdicas.

Em 2016, um grupo de pesquisadores descreveu uma nova espécie de mosca encontrada no Parque Estadual do Rio Doce, cujo nome científico é Mapinguari uai. Membro do projeto Tem Bicho no Parque e servidora da UFMG, Vanessa Cappelle, explica que o inseto ainda não possui um nome popular e que as sugestões foram coletadas junto aos estudantes.

?O gênero da mosca só era conhecido na região amazônica. A pesquisadora Júlia Calhau descobriu que esse gênero também ocorre aqui no Perd, mas ela ainda é misteriosa e necessita de mais estudos. A mosca da Amazônia chama-se Mapinguari politus, o inseto descoberto no PERD foi nomeado como Mapinguari uai para aproximar com o modo do falar mineiro. Agora, estamos propondo às crianças que façam sugestão para o nome popular a ser dado para a mosca?, informa Vanessa.

Após coletar as sugestões dadas pelos estudantes das escolas de Marliéria e Dionísio, as propostas serão levadas para uma comissão de pesquisadores realizarem a avaliação e escolha do nome mais adequado para ser dado ao inseto.